A aluna Tayane Santos do Rosário, da Escola Básica Municipal Matilde Niehues Philippi, do bairro São Januário, é a campeã do Soletrando 2019. Na primeira edição, a escola dividiu o prêmio com a escola Adolfo Wiggers, do São José.

A final, que envolveu alunos dos quintos anos das seis escolas da rede municipal de ensino, aconteceu na tarde desta terça-feira, 26, no auditório Luiz Antônio Weber, da Unisul/Weber Empreendimentos.

As outras finalistas foram as alunas Eduarda Bombazar, da Escola João Batista da Silva, do bairro Floresta, do Lado da União, Raíssa Lembeck Viana, da Escola Adolfo Wiggers, do São José, Helen Bonin Oenning, da Escola Atílio Ghisi, Maria Clara Uliano Santos, da Escola Professor Antônio Rohden, do Centro, e Mirley Cláudio da Rosa Bonga, da Escola Pedro Marcolino Guesser, da Vila Nova.

Para o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, que participou da banca examinadora a iniciativa é extremamente importante. “Estou impressionado com a dedicação, a concentração e a coragem das alunas, realmente não é uma tarefa fácil, estão de parabéns, pois superaram as etapas e chegaram até a final”, comentou.

A banca examinadora também contou com a secretária de Educação, Claudinéia Niehues, o secretário de Administração, Silvânio Kniess Mates, com o representante da Ordem Demolay, Antônio Henrique Volpato, com a professora Angelita Lessa Jacinto e com um dos vencedores da edição 2018, Ezequiel Nascimento Wiggers, da Escola Adolfo Wiggers, do São José.

O soletrando, que está em sua segunda edição, é uma iniciativa da Ordem Demolay de Braço do Norte, que conta com o apoio da Secretaria de Educação, Desporto, Cultura e Turismo, através do Departamento de Cultura.

Colaboração: Suham Dellatorre / Assessoria de Comunicação Prefeitura de Braço do Norte